acupuntura-e-infertilidade

Acupuntura e Infertilidade

Junho é o mês da consciência sobre infertilidade. Você sabe como a medicina chinesa vê esse aspecto, tão presente na vida de vários casais nos dias de hoje? E como a acupuntura pode ajudar?

Muitos casais querem engravidar e passam anos tentando. Mas o que poucos sabem é que alguns fatores simples como hábitos de vida, alimentação e até nosso estado mental podem influenciar, e muito!

Mas afinal, qual o conceito de infertilidade?

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) a infertilidade é definida como a “dificuldade de um casal em obter gravidez após o período de um ano, mantendo relações sexuais regulares e sem o uso de nenhuma forma de anticoncepção.”

Ou seja, um casal que quer engravidar e não está dentro desses critérios, tecnicamente ainda não podemos considerar que são inférteis. Às vezes somente um pouquinho de paciência e persistência já é suficiente.

Mas, para os que se enquadram nessa descrição, neste artigo vamos analisar como a Medicina Chinesa observa esse aspecto. E como podemos auxiliar neste processo.  

Fertilidade na Medicina Chinesa

Para a Medicina Tradicional Chinesa o Rim é o sistema energético responsável por manter nossa energia vital. Tanto a congênita (cedida a nós pelos nossos pais), quanto a adquirida, proveniente do ar que inalamos e dos alimentos.

É também o Rim o responsável pela capacidade da mulher gerar e nutrir um outro ser. Se a energia circulando pelo canal do Rim não está fluindo bem e o sistema está fraco, o organismo não estará preparado para conceber, gerar e nutrir o embrião.

Alguns hábitos extremamente comuns no cotidiano de uma jovem adulta nos dias de hoje podem alterar a capacidade dessa mulher engravidar. São eles: excesso de atividade física ou sedentarismo, excesso de trabalho sem descanso apropriado, excesso de atividade sexual, má-alimentação e stress emocional.   

Todos esses abusos acabam por consumir a energia do sistema do Rim. E a energia vital do organismo fica, portanto, debilitada.  

Como a Medicina Chinesa pode ajudar?  

O primeiro passo é a mudança dos hábitos de vida. Modificar a alimentação por exemplo, de preferência inserindo alimentos que fortaleçam a energia do Rim. O chá de gergelim preto, assim como feijão preto, neste caso podem ser  ótimas pedidas!

Manter-se com o pensamento mais calmo e praticar atividades físicas também é fundamental. Sentimentos como preocupação, raiva e medo consomem a energia do Rim. E atividade física balanceada ajuda a manter nossas emoções e pensamentos em equilíbrio, além de contribuir com a fluidez energética do organismo como um todo.

Não podemos esquecer que o descanso apropriado após um longo dia de trabalho é essencial para fortalecer a energia do Rim. Atividade sexual também deve ser balanceada, pois envolve bastante troca de energia entre os parceiros. O sistema do Rim sente tudo isso, e caso seja praticada em excesso, consome sua energia.

Em todos estes aspectos, biológicos e comportamentais, é preciso que a paciente realmente se comprometa com essa mudança. Isso é fundamental para o sucesso do tratamento.

Feito isso, as agulhas irão ajudar a restabelecer o fluxo energético para o órgão que queremos trabalhar. No caso da infertilidade, queremos nutrir o sistema do Rim, direcionando a energia de forma adequada para ele. 

Junto com essa mudança de hábitos de vida e garantindo a energia saudável do Rim, o tratamento com acupuntura pode aumentar a chance de um casal conseguir o tão esperado resultado positivo!


Ficou curioso? Se identificou com esse artigo, ou conhece alguém que se identificaria? Ou ficou com alguma dúvida? Agende já sua consulta e vamos caminhar juntos nesse processo.

Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp