Boas práticas para o equilíbrio do Rim

E hoje vamos falar mais um pouquinho sobre o meridiano do Rim e sua importância para nossa saúde e bem estar. Mais importante, falaremos sobre quais práticas simples podemos inserir ao nosso cotidiano para garantir seu equilíbrio energético. 

O Rim na Medicina Tradicional Chinesa

O meridiano do Rim para a Medicina Tradicional Chinesa está ligado ao elemento Água, e é considerado o responsável pela reprodução, crescimento e desenvolvimento. Seu melhor horário de funcionamento é entre 17h e 19h. O Rim é quem cuida da nossa energia vital, além de abrigar nossa força de vontade. Regula a distribuição dos fluidos corpóreos, além de nutrir os ossos e receber e controlar o oxigênio captado pelo meridiano do Pulmão. 

Também armazena a nossa Essência, que é composta da parte congênita, doada a nós pelos nossos pais, e adquirida, que obtemos através dos alimentos e respiração. 

O Rim é também considerado a raiz do Qi (pronuncia-se “tchi”), a energia essencial que circula em nosso corpo. 

A vitalidade dos cabelos, crescimento, queda, brilho e branqueamento dependem do bom funcionamento do Rim. 

Bastante coisa, não é mesmo? Como podemos ver, o meridiano do Rim é vital para nosso equilíbrio energético. E é exatamente por ser tão essencial, que uma série de hábitos comuns nos dias de hoje consomem com muita facilidade sua energia. 

A exaustão do Rim

O estilo de vida tão comum hoje em dia inclui excesso de trabalho, má alimentação, stress emocional, pouco tempo para prática de atividades físicas e por vezes excesso de atividade sexual. Todos esses excessos vão aos poucos exaurindo a energia do Rim. 

O sentimento constante de medo e angústia que vivemos, além de mudanças emocionais drásticas, também contribuem para essa exaustão.

Dessa forma, todos os processos energéticos que dependem do meridiano do Rim ficam prejudicados. 

Mas como podemos prevenir o esgotamento da energia deste meridiano, que é tão imprescindível em nossos processos? 

Nutrindo a energia do Rim

Claro, atividades para aliviar o stress como yoga, meditação, e a prática constante de atividades físicas ajudam imensamente. Assim como moderação entre horas de trabalho e descanso efetivo. Além disso, uma alimentação equilibrada é fundamental. 

Sem a agressão constante desses excessos, o Rim tem espaço para circular livremente o Qi em toda sua extensão.

Alimentos pretos como feijão preto, berinjela e feijão azuki, entre outros, são ótimos para nutrir a energia do Rim. Aliás, quase todo tipo de feijão como vemos ali em cima na foto, tem esse efeito. Além de raízes como o inhame e batata doce, que são fundamentais. Cogumelos, como o shimeji ou orelha-de-pau, são muito nutritivos. O chá de gergelim preto, como já comentamos aqui no blog, também é essencial. E, claro, beber bastante água durante o dia todo. 

Uma prática simples e interessante com relação ao consumo de água, é ingerir 2 copos de água morna, em jejum, todas as manhãs. Esse simples hábito irá nutrir o meridiano do Rim quase que instantaneamente, fazendo com o Qi e também o sangue circulem mais livremente. Irá também hidratar nosso corpo, que perde bastante água durante o período de sono. 

Simples, não é mesmo? Algumas mudanças de hábitos podem nos ajudar a equilibrar o meridiano do Rim, levando à uma força enorme para nossa energia vital e essência. 

Ainda tem dúvidas, ou quer mais dicas sobre o assunto? Agende sua consulta agora mesmo!

Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp